A inteligência artificial não precisa do tato, do paladar e do olfato. São sentidos que entraram em desuso. A lógica matemática prescinde dos cheiros. Read More